Governador confirma obras de infraestrutura na Região Oeste do Paraná
06/02/2020 - 08:55

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta quarta-feira, 05, no Show Rural de Cascavel, um pacote de investimentos e melhorias na infraestrutura do Oeste. De acordo com ele, a revitalização do Trevo Cataratas, a autorização da duplicação do trecho da BR-277, entre o posto da Polícia Rodoviária Federal e o trevo do distrito de São João do Oeste, e a ampliação da capacidade de escoamento da Ferroeste, vão transformar a realidade da Região nos próximos anos.

“Elegemos como prioridade a infraestrutura. O Paraná ficou muito tempo sem ter grandes investimentos nessa área. Remodelamos o Anel de Integração, com a inclusão de trechos estaduais, em processo que está em estudo pelo Governo Federal, e estamos pensando no Ramal Ferroviário, fundamental para dar ganho em escala para a Região Oeste”, afirmou o governador. “Temos esse foco na infraestrutura porque o agronegócio é nossa vocação”.

Ratinho Junior também destacou o crescimento da produção industrial (5,4%), as perspectivas da safra 2019-2020 (crescimento de 19%) e disse que a Região Oeste ajuda a impulsionar a economia do Estado. “O Brasil e o Paraná vivem momento muito bom. A safra deste ano será recorde. Tivemos imprevistos de estiagem na safra 2018-2019, e os produtores deixaram de lucrar cerca de R$ 4 bilhões”, destacou o governador.

INFRAESTRUTURA – Na coletiva de imprensa, Ratinho Junior citou a assinatura de um acordo comercial entre o Governo do Estado e a Rumo Logística para permitir que a Ferroeste amplie a capacidade de escoamento da safra 2019-2020, beneficiando o setor produtivo do Oeste. A expectativa é que o volume de produtos transportado,s na malha que liga Cascavel a Guarapuava, passe de 1,1 milhão de tonelada por ano para cerca de 2 milhões/ano.

O governador também afirmou que o Estado já contratou um EVTEA-J (Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica, Ambiental e Jurídica) para novos projetos ferroviários, com intuito de consolidar o Corredor Bioceânico. “Estamos fazendo a parte do Paraná. Ainda existe um processo de convencimento do Paraguai e uma discussão diplomática com Argentina e Chile. A dificuldade não é tanto de infraestrutura, mas da questão alfandegária. Estamos avançando na nova Ferroeste e esse estudo vai apontar o melhor traçado, o que começa a pressionar, no bom sentido, a viabilização de uma nova ligação férrea”, disse Ratinho Junior.

Ele afirmou que a inclusão do Trevo Cataratas no acordo de leniência com a Ecorodovias (controladora da Ecocataratas) foi uma exigência do Governo do Estado, e que a obra será uma das mais complexas do País. “A empresa não queria, mas vamos fazer. Será uma das cinco maiores obras do Brasil, com operários trabalhando 24 horas por dia. O Ministério Público Federal entendeu que não daríamos aval para o acordo sem essa obra, que é uma conquista importante para o Estado”, destacou.

O Trevo Cataratas, na entrada de Cascavel, é o entroncamento por onde passam mais de 30 mil veículos por dia e reúne as Rodovias BR-369, no sentido de Maringá, a BR-277, entre Guarapuava e Foz do Iguaçu, a BR-467, em direção a Toledo, e a Avenida Brasil, que é principal via de acesso ao município. A obra será executada em duas fases, com implementação de passagens de nível e retirada dos semáforos.

O governador ainda confirmou a abertura do edital de licitação para a duplicação de aproximadamente seis quilômetros da BR-277, entre o posto da PRF e o trevo do Distrito de São João do Oeste. “No mesmo acordo de leniência exigimos que a concessionária doasse os seus projetos executivos para o Estado. Temos um acordo com a ACIC (Associação Comercial e Industrial de Cascavel) para atualizar o projeto, o que não deve demorar mais de 40 dias, e, em seguida, ele será licitado”, disse Ratinho Junior. “A obra resolve um gargalo que há muito tempo a cidade necessita”.

O investimento será na ordem de R$ 100 milhões e a expectativa é que o edital fique pronto até o fim de março. Essa obra vai completar outro trecho, já duplicado e em funcionamento, de 3,2 quilômetros, entre os quilômetros 580 e 583 da rodovia, do Trevo Cataratas até o posto da PRF.

DEMANDAS HISTÓRICAS - O presidente da Coopavel e do Show Rural, Dilvo Grolli, afirmou que os investimentos em infraestrutura atendem demandas históricas do setor produtivo do Oeste. Ele citou, especificamente, o novo projeto do Trevo Cataratas. "Ele tem 60 anos e a única mudança em todos esses anos foi a inclusão de semáforos. Em 1989, no primeiro Show Rural, chegaram pelo trevo 110 pessoas. No ano passado foram 288 mil pessoas. Em nome da Coopavel e dos produtores rurais, agradeço a retirada desse imbróglio histórico do papel", ressaltou.

SHOW RURAL – O Show Rural Coopavel está em sua 32ª edição e é um dos principais eventos do setor agropecuário no País, abrindo o calendário de feiras no Paraná. Desde o domingo, 02, até a sexta-feira, 07, a previsão da organização é receber cerca de 250 mil pessoas e movimentar até R$ 2 bilhões em negócios.

São 720 mil metros quadrados de ambiente e 650 expositores, que apresentam novidades nos setores da pecuária, suinocultura e avicultura, além de contar lançamento de máquinas e de novas tecnologias em híbridos e cultivares.

O Governo do Estado ampliou neste ano sua participação no evento, com a presença de secretarias e autarquias promovendo palestras técnicas, orientações, apresentação de soluções tecnológicas, assinatura de contratos com cooperativas e atividades nas áreas de energia, tecnologia e inovação, como o Pitch Day da Celepar e o lançamento do edital do BRDE Labs, voltado a startups.

Além da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e suas vinculadas Adapar, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (Iapar-Emater), participam do Show Rural a Copel, Sanepar, BRDE, Tecpar e Celepar.

PRESENÇAS – Estiveram presentes o vice-governador Darci Piana; os secretários da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; da Casa Civil, Guto Silva; Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge;  Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes;  e Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; os deputados estaduais Ademar Traiano, Coronel Lee, Marcel Micheletto, Soldado Adriano José, Nelson Luersen, Luiz Fernando Guerra e Do Carmo; o presidente da Ocepar, José Roberto Ricken; o diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski; e o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos.

Box

Governador recebe homenagem da Polícia Militar

O governador Carlos Massa Ratinho Junior também foi condecorado com uma medalha comemorativa dos 50 anos do 6º Batalhão de Polícia Militar, da Rgião de Cascavel. A cidade e a área de abrangência do 6º BPM somam bons índices de redução de criminalidade desde o ano passado.

A redução de homicídios em Cascavel foi da ordem de 35% (considerados os nove meses de 2018 e 2019). No mesmo período, em toda a Região, foram menos crimes contra o patrimônio (-3,29%), furtos (-4,67%), roubos (-10,72%) e mais apreensões de arma de fogo (5,05%).

(C/ AEN)