Projetos aprovados pela SEDU/Paranacidade levam qualidade de vida e transformam a economia dos Municípios
24/06/2020 - 13:25

As 1.297 ações em andamento desde 1º de janeiro de 2019 até 20 de junho de 2020, com o investimento de R$ 1.002.959.015,18 em Municípios de todas as regiões do Paraná, revelam a intensidade dos trabalhos da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (SEDU) e do Serviço Social Autônomo (Paranacidade, vinculado à SEDU), na liberação e operação de recursos do Tesouro do Estado, em Transferências Voluntárias, ou via Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM).

“A diretriz do governador Carlos Massa Ratinho Junior é para a realização de obras e aquisições de equipamentos e serviços com potencial de promover mais qualidade de vida à população. São intervenções com a capacidade de transformar um Bairro, uma Cidade e, até, impactar a economia de uma Região”, afirma o secretário da SEDU, João Carlos Ortega. A pavimentação de 68.413 m² no Município de Paiçandu, com  41 mil habitantes, no Noroeste do Estado, é um dos exemplos.

A obra, em dois lotes, inclui terraplenagem, implantação de base e sub-base, drenagem, meio-fio e sarjeta, o revestimento, paisagismo e urbanismo e sinalização de trânsito. O primeiro lote, no valor de R$ 2,44 milhões, com 37% já executado, tem previsão de conclusão para o próximo mês de outubro.

O segundo lote, no valor de R$ 4,182 milhões, deverá ser entregue para uso da população até o fim de dezembro deste ano. “São projetos completos que incorporam, além da pavimentação, os conceitos de sustentabilidade, da preservação do meio ambiente, da destinação correta das águas pluviais; que garantem espaços seguros para o trânsito de pedestres; oferecem conforto aos usuários e melhoram, junto aos moradores, a sensação de pertencimento. Intervenções como essa são transformadoras”, explica Ortega.

Outros projetos aprovados pela SEDU, em realização ou já concluídos, levam outros tipos de benefícios à população. É o caso do Terminal do Aeroporto de Cascavel e dos Terminais Rodoviários de Francisco Beltrão, Toledo e Umuarama. Todos com capacidade para impulsionar as Economias Regionais. Ou, ainda, do Viaduto em Dois Vizinhos, para melhorar o transporte de cargas e de passageiros; do Posto de Saúde em Palmas; da Escola, em Farol; dos Barracões Industriais, em construção no momento em onze Municípios; também do Parque Municipal em Ponta Grossa, para garantir espaço público de lazer à população.

“Os objetivos são promover o turismo, melhorar o transporte, dar condições para que a economia se fortaleça e, assim, transformar a vida das pessoas”, enfatiza Ortega. A ação da SEDU beneficia os Municípios também com recursos para a aquisição de serviços e equipamentos de manutenção rodoviária, informática e mobiliário para Escolas e Postos de Saúde.

Do total de R$ 1.002.959.015,18, pouco mais de R$ 426 milhões são de recursos do Tesouro do Estado, liberados para a realização de 930 ações. Os restantes R$ 576,9 milhões foram viabilizados pelo Sistema de Financiamento aos Municípios, para 367 ações.