Notícias

05/01/2018

Plano de Ação Estratégica da SEDU/Paranacidade inclui para 2018 a Agenda 2030 da ONU

O secretário do Desenvolvimento Urbano (SEDU), e também superintendente do Paranacidade, João Carlos Ortega, inovou ao vincular, para 2018, ao Plano de Ação Estratégica (PAE) das duas instituições os Princípios do Pacto Global e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU. O PAE já foi aprovado, junto com as propostas orçamentárias e financeiras, para a realização das ações necessárias ao exercício deste ano.

Ortega recomenda aos prefeitos, que buscam acesso às linhas de financiamento e aos Programas oferecidos pela SEDU e Paranacidade, que incluam em seus projetos a sustentabilidade das cidades. “Assim, com apoio às intervenções representadas por planos, programas e atividades voltados ao desenvolvimento institucional, urbano e regional, haverá melhor suporte às políticas públicas, voltadas à concretização transformadora e sustentável, sem qualquer discriminação”, afirmou o secretário.

Todas essas ações terão ênfase nos ODS 11, 16 e 17. Os ODS 11 primam por tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. Já, o 16, se refere a construir instituições eficazes, responsáveis e também inclusivas em todos os níveis e o fortalecimento dos meios de implementação, com a revitalização das parcerias para o desenvolvimento sustentável preconizado pelos ODS 17.

Todas essas questões também estiveram em pauta no último encontro em dezembro de 2017, em Genebra, Suíça, para a Reunião da World Family Organization da ONU, onde estiveram diversas autoridades do Governo do Paraná, entre elas o próprio governador Beto Richa e o secretário de Estado, João Carlos Ortega. “Com os investimentos, as obras e ações que poderão ser realizadas nos 399 municípios do Paraná terão acrescidas novos valores e princípios mais sólidos que fortalecerão a história das instituições e transformarão para melhor a vida de milhares de pessoas em todas as Regiões do Paraná”, enfatizou Ortega.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.