Notícias

28/03/2018

“Programa Cidades do Futuro” da SEDU/Paranacidade põe nas ruas carros 100% elétricos

Em sintonia com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e frente aos desafios da mobilidade urbana, o secretário de Estado da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e superintendente executivo do Serviço Social Autônomo (SEDU/Paranacidade), respectivamente, João Carlos Ortega e Wilson Lipski apresentaram ao governador Beto Richa, dentro do programa “Paraná Cidades do Futuro”, mais uma iniciativa inovadora na administração pública do Paraná: dois carros 100% movidos à eletricidade. A apresentação se deu na tarde desta quarta-feira, 28, no pátio do Palácio Iguaçu. “Esses dois carros pilotos serão usados, pelos nossos técnicos, no dia a dia das atividades e para as visitas em obras. Vamos avaliar o potencial dos carros e as melhorias que podem trazer também aos prefeitos do Paraná, em eletro mobilidade e em economia para todos”, disse Ortega.

De acordo com Lipski, “sendo o resultado positivo, a proposta seguinte será a de incluir esses carros na lista de financiamentos pelo Programa de Sistema de Financiamento aos Municípios (o SFM)”. Os dois carros expostos, um Zoe/2015 e um Kangoo ZE/2014, são importados da França, pela Renault, que firmou Regime de Comodato com a SEDU/Paranacidade, durante um período, podendo ser renovado por mais tempo. Representando a Renault, estavam presentes, no local, o coordenador de Veículos Elétricos para as Américas, Luiz Oliveira, e o coordenador e diretor de Relações Institucionais e Governamentais, Carlos Alberto de Paula.

ELETROPOSTOS - O governador Beto Richa aprovou a iniciativa e lembrou que nesta terça-feira, 27, ele lançou a primeira Eletrovia do País, que vai ligar Paranaguá a Foz do Iguaçu. Ele também destacou que nesta via haverá, até o fim deste ano. oito Eletropostos de abastecimento: Paranaguá, Curitiba, Irati, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Cascavel, Medianeira e Foz do Iguaçu. Dois deles já estão em pleno funcionamento, o de Paranaguá e o de Foz do Iguaçu, onde Itaipu Binacional tem em uso 80 desses carros. Em todo o Paraná, circula um total de 90. E no País são 180 carros. A própria empresa usa cinco, sendo que “há carros à venda na fábrica, mas para pessoa jurídica”, de acordo com Oliveira.

A venda ainda não é feita ao cidadão comum por causa dos altos impostos existentes. “Aguardamos a assinatura do ministro Meirelles, no Rota 2030, para a desoneração dos impostos, mas precisamos mostrar, sempre, as qualidades desses carros”, afirmou Oliveira. Ele contou que há poucos dias fez uma viagem de Curitiba até Florianópolis. “Nesta viagem, de ida e de volta para a Capital do Paraná, perfazendo um total de 650 km, eu gastei em combustível apenas R$ 48. Uma baita economia, além do conforto e segurança”, assegurou, destacando que a cada vez que se freia a bateria é realimentada.

A GRANDE SACADA – Ainda, de acordo com Oliveira, a Renault investe em um veículo elétrico, econômico, autônomo e compartilhado. “É a grande sacada do futuro. Ninguém ou poucas pessoas terão carros individuais. Os carros serão usados pelas pessoas por meio de assinaturas e todos poderão compartilhar desta frota que terá carros estacionados em diversos locais. Os assinantes poderão escolher o carro, usá-lo e deixa-lo estacionado ao fim do percurso. Assim, vamos ganhar melhor qualidade de vida, ter o ar sem poluição, evitar congestionamentos nas ruas, maior facilidade de transporte e de economia para todos”, resumiu.

Ortega destacou, ainda, que o governador Beto Richa já deu o pontapé inicial com a criação da Eletrovia Paranaguá / Foz do Iguaçu, a primeira do País. E para testar os carros em comodato, uma equipe de profissionais irá, a partir de segunda-feira, 02, até a fábrica da Renault “para sugar todo o conhecimento sobre os dois veículos”, disse Ortega. O diretor administrativo financeiro do Paranacidade, Claudio Stabile, completou, dizendo que será um teste de treinamento e de experimentação para sorver todos os benefícios que o carro elétrico pode oferecer às instituições e aos 399 municípios do Paraná.

PRESENTE E PRESENTES – “A arte visual dos dois carros foi feita pelo artista plástico Marcelo Le, que nada cobrou pelo trabalho”, contou o assessor de Planejamento, arquiteto Giancarlo Rocco, que faz parte da equipe de trabalho “Paraná Cidade do Futuro”. No evento do Palácio Iguaçu também estavam presentes a primeira-dama e secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos; o diretor-presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche; e membros da equipe de trabalho do Paraná Cidade do Futuro: Geraldo Farias, articulador dos ODS no Paranacidade; coordenador de Estudos e Captação de Recursos, Alexandre Simas; e o analista de Tecnologia de Informação, Heraldo Cardoso (o Bolla). Todos são profissionais do Paranacidade.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.