Notícias

18/06/2019

“Meu Campinho, uma forma quase mágica de resgatar a juventude no Paraná”, avalia Ortega

Preocupado com o avanço das drogas entre adolescentes e jovens, em 2014, o então secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, trouxe da Alemanha para a administração pública do Paraná o modelo do “Programa Meu Campinho”. Atualmente já estão implantados quase 100 Programas, nas mais diversas Regiões do Estado, beneficiando milhares de crianças e adolescentes com oportunidades de mudança de vida. “Além de retirar as crianças e adolescentes dos riscos da violência e das drogas nas ruas. Esta é uma forma quase mágica de resgatar a juventude. Basta ver o entusiasmo das crianças e dos adolescentes, quando se percorre o Paraná”, enfatiza o atual secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas do Paraná, João Carlos Ortega.

 

O total de investimentos até o momento é de R$ 38.169.136,20, em 94 unidades, das quais 36 estão em execução. Desse total, 64 foram realizadas com recursos do Programa de Transferência Voluntária da SEDU, ou seja, a fundo perdido, os demais ocorrem pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM). O primeiro Meu Campinho, inaugurado em setembro de 2015, foi em Serranópolis do Iguaçu, na Região Oeste do Paraná. O projeto inclui campo de futebol, com grama sintética, alambrados, iluminação, e outros equipamentos esportivos para o lazer de crianças, adultos e idosos.  

 

“O ‘Meu Campinho’ é um programa de inclusão social, pois a grama sintética, de primeiro mundo, é a mesma usada pelas crianças da Alemanha, além de que elas jogam futebol durante o contra turno das Escolas, sem qualquer prejuízo à educação”, assegura João Carlos Ortega.

 

Apenas no município de Maringá serão construídos um total de 30 “Meu Campinho”, dos quais 19 já estão em fase de execução. “É um local de lazer que resgata os valores e reúne, em um mesmo local, toda a família”, afirma o hoje governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior.

 

O projeto beneficia populações, em especial,  jovens e adolescentes, de bairros carentes e é instalado, preferencialmente próximo a escolas. “Nossa missão é trabalhar para transformar a vida nos municípios e oferecer resultados positivos aos paranaenses”, disse Ortega. Atualmente, o Projeto “Meu Campinho”, carrega maiores benefícios à população, como sanitários masculino, feminino e para deficientes físicos. Além disso, um local para guardar equipamentos. Também há uma oferta maior no número de aparelhos para ginástica, tanto para crianças, como adultos e idosos. 

 

“Eu quero contribuir no que for possível porque sei da transformação que o esporte provoca na vida de crianças e adolescentes. E foi por essa razão que, junto com o ex-secretário de Esportes e Turismo, Evandro Roman, quando fomos conhecer as boas práticas públicas na Alemanha, trouxemos o modelo do ‘Meu Campinho’, ao Paraná.  O objetivo maior é permitir que crianças e adolescentes, de famílias menos abastadas, tenham oportunidades iguais para transformarem suas vidas. Os campinhos são feitos com grama sintética, mais econômica, duradoura e de fácil manutenção”, disse.


Os municípios beneficiados com o Programa  'Meu Campinho' :


Almirante Tamandaré  (02, concluídos);

Alto Piquiri (01, em execução);

Ângulo (01, em execução);

Apucarana (01, em execução);

Arapongas (03, concluídos);

Bom Sucesso (01, em execução);

Califórnia (01, liberado para homologação);

Cambé (01, cronogramado);

Cambira (01, em execução);

Campina do Simão (01, liberado para homologação);

Centenário do Sul (01, concluído);

Colombo (02, medição encerrada);

Cruzeiro do Oeste (01, em execução);

Cruz Maltina (01, em execução);

Curiúva (01, em execução);

Douradina (01, concluído);

Enéas Marques (01, concluído);

Faxinal (01, concluído);

Floraí (01, em execução);

Foz do Iguaçu (06, desses, 01 concluído, 02 em execução e os demais com medição encerrada);

Francisco Beltrão (01, contratado);

Godoy Moreira (01, concluído);

Guarapuava (03, autorizados para licitação);

Guaratuba (01, medição encerrada);

Ibaiti (01, em execução);

Icaraíma (01, em execução);

Imbituva (01, medição encerrada);

Inácio Martins (01, em execução);

Itaperuçu (01, em execução);

Ivaiporã (01, em execução);

Jandaia do Sul (01, em execução);

Lapa (01, em execução);

Laranjeiras do Sul (01, concluído);

Lupionópolis (01, concluído);

Maringá (19, todos em execução);

Marumbi (01, em execução);

Mato Rico (01, concluído);

Nova Prata do Iguaçu (01, concluído);

Novo Itacolomi (01, em execução);

Ortigueira (01, concluído);

Palmital (01, medição encerrada);

Perobal (01, em execução);

Pien (01, em execução);

Pinhão (01, em execução);

Pitanga (01, liberado para homologação);

Prudentópolis (01, medição encerrada);

Reserva (01, em execução);

Ribeirão do Pinhal (01, em execução);

Rio Branco do Ivaí  (01, autorizado para licitação);

Rio Negro (01, medição encerrada);

Rolândia (01, concluído);

Rosário do Ivaí (01, concluído);

Santa Cruz do Monte Castelo (01, em execução);

Santa Mariana (02, concluídos);

Santo Antônio do Paraíso (01, liberado para homologação);

São João do Ivaí (01, medição encerrada);

São João do Triunfo (01, concluído);

São Jorge do Ivaí (01, em execução);

Tapejara (01, liberado para homologação);

Terra Boa (01, em execução);

Tibagi (01, concluído);

Toledo (01, cronogramado);

Ubiratã (01, em execução);

Piraquara (01, lote ainda não montado).

 

Outros prefeitos já conversaram com o secretário João Carlos Ortega com vistas em Meu Campinho para os seus respectivos municípios.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.