Notícias

08/08/2019

Obras vão resolver problemas de cheias em Francisco Beltrão

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta quinta-feira, 8,  a ordem de serviço para início das obras para contenção de enchentes do Rio Marrecas, em Francisco Beltrão, no Sudoeste do Estado. O Governo do Estado está investindo R$ 30 milhões nesta primeira etapa da obra.

Ratinho Junior também assinou a ordem de serviço para a retomada das obras do Contorno de Francisco Beltrão. Ele autorizou R$ 13,2 milhões para a construção de duas trincheiras, uma unidade do Meu Campinho e para aquisição do terreno onde será construído o Centro Cívico do município, além de anunciar um investimento de R$ 1,9 milhão da Sanepar.

O pacote de investimentos no município soma R$ 75 milhões. “São investimentos que vão transformar Francisco Beltrão e toda a região. O projeto de contenção de enchentes, por exemplo, é um dos mais modernos do Brasil e vai solucionar um problema que persiste há décadas na cidade”, afirmou.

As ações,  ressaltou o governador,  só são possíveis porque o Estado está diminuindo os gastos com a máquina pública para investir em obras. “Cortamos secretarias, cargos e mordomias. Assim começa a sobrar dinheiro para aquilo que é essencial. Esse é o nosso compromisso e é por isso que conseguimos fazer esses anúncios para toda a comunidade”, disse.

Ele também destacou que Francisco Beltrão é um dos municípios beneficiados com o Programa Voe Paraná, que vai ampliar as rotas da Aviação Regional, trazendo mais desenvolvimento aos municípios do Interior.

ENCHENTES – A obra para a contenção de cheias será feita em três etapas. Neste primeiro momento, será construído um túnel de 1,2 mil metros de extensão e oito metros de diâmetro, saindo do parque de Exposições Jayme Canet Júnior e seguindo até o Rio Marrecas, pouco à frente do bairro Padre Ulrico.

O túnel vai facilitar o escoamento da água para evitar que outros rios sejam represados e provoquem alagamentos.

Com a assinatura da Ordem de Serviço, a empresa Desing Head, vencedora da licitação, vai iniciar os trabalhos. A previsão é que a obra seja entregue em 14 meses. “Este é o maior investimento já feito em nosso município e começa a resolver um problema que há décadas afeta a vida da nossa população”, destacou o prefeito Cleber Fontana. “Obras deste porte víamos apenas em grandes capitais, não em cidades do Interior”, disse.

Nas demais etapas, o projeto contemplará outras duas importantes obras para que o problema seja definitivamente resolvido. O projeto contempla uma série de ações, inclusive o aprofundamento e alargamento do rio (que o deixará retilíneo e navegável), e um parque linear, com foco na questão ambiental.

Outros rios e córregos, afluentes do Rio Marrecas, também receberão intervenções importantes para a eliminação das enchentes e das enxurradas em todo o perímetro urbano de Francisco Beltrão.

O projeto também prevê a construção de uma barragem de 1,5 mil metros acima da cidade, com as rochas que serão retiradas do aprofundamento do rio e da escavação do túnel, o que aumentará ainda mais a segurança da população.

CONTORNO – A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística vai destinar R$ 30,6 milhões para os serviços de terraplanagem, pavimentação e drenagem do Contorno, que vai tirar o tráfego de caminhões de dentro da cidade.

“A obra tinha sido paralisada e pedi para que não começasse sem incluir as trincheiras e viadutos que estavam programados, mas não tinham projetos prontos. Retardamos o início para que a obra não ficasse pela metade”, explicou o governador.

O acesso rodoviário terá 5,2 quilômetros de extensão, ligando a PR-180 com a PR-483, e contará com cinco trincheiras e viadutos, duas faixas, além de acostamentos com 2,5 metros de largura e mais de dois quilômetros de terceiras faixas.

Também será construída uma ponte de 60 metros de comprimento sobre o Rio Santa Rosa, além de três acessos: ao Distrito Industrial Irineu Montemezzo, à Comunidade Linha São Marcos e na Estrada Velha do Picadão.

O secretário estadual de Infraestrutura, Sandro Alex, explicou que parte das três obras de arte já estão licitadas e a construção será iniciada imediatamente. As outras duas serão licitadas ao mesmo tempo em que o Estado finaliza o processo de desapropriação da área.

“Conseguimos superar os problemas técnicos e parte do valor já está depositada para já dar início”, disse Sandro Alex . “É uma obra muito complexa e o ideal era que fosse licitada toda de uma vez. Corrigimos a primeira licitação e agora faremos a segunda”, acrescentou.

DESENVOLVIMENTO URBANO – O governador assinou a homologação de duas trincheiras no município, que somam R$ 5 milhões de investimento, financiados pelo Sistema de Financiamento aos municípios, linha de crédito operacionalizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (SEDU). Os documentos foram assinados também pelo secretário da SEDU, João Carlos Ortega. “ Com esta obra, Governo do Paraná realiza um sonho de décadas da população”, disse Ortega.

As trincheiras serão construídas no cruzamento da PR-180 com a Rua Marília. O projeto inclui a construção das cabeceiras, tabuleiros e estruturas de passagem, aterro em terra armada, muro de concreto armado em escama, revestimento asfáltico, drenagem de águas pluviais, meio-fio e sarjeta, urbanização e paisagismo de passeios, sinalização de trânsito e realocação de postes.

Já a unidade do programa Meu Campinho, no valor de R$ 229,5 mil a fundo perdido, será construída na Rua Lago Norte, na Cidade Norte. A obra contará com uma quadra de esportes com grama sintética, áreas de lazer, obras de calçadas acessíveis e paisagismo.

Também foi firmado um convênio de R$ 8 milhões com o município para a aquisição do imóvel onde será construído o Centro Cívico de Francisco Beltrão.

SANEPAR – Ratinho Junior anunciou ainda investimentos de R$ 1,9 milhão da Sanepar, que contemplam a conclusão das obras de uma rede adutora, que vai ampliar a capacidade de tratamento de água no município, e o atendimento com água tratada das comunidades rurais de Quintino e Linha Turski. A ação faz parte do programa de Saneamento Rural da companhia.

(C/AEN)

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.